BC: relação crédito/PIB pode fechar o ano em 40%

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes, disse hoje que o crédito bancário deve manter ritmo de expansão entre 20% e 25% em 2008. Com essa taxa de expansão, ele acredita que a participação do crédito no Produto Interno Bruto (PIB) deve alcançar valor próximo de 40% até o final do ano. Ele não demonstrou preocupação com o ritmo de expansão do crédito no Brasil e citou que o patamar de 40% é, inclusive, inferior ao registrado em outros países, como México e Chile.Se confirmado o porcentual de 40%, ele será a maior relação entre o total de crédito e o PIB registrada até hoje. O recorde anterior era de janeiro de 1995, de 36,8% do PIB. Em fevereiro passado, a participação do crédito no PIB chegou a 34,9%, o maior valor desde maio de 1995, quando o crédito estava em 35,1% do PIB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.