BC: repasse de preços a salários será vigiado

O Banco Central (BC) evitará que as empresas repassem para os preços de seus produtos os aumentos de salários concedidos acima dos ganhos de produtividade, advertiu ontem o diretor de Política Econômica da instituição, Mário Mesquita. ?Se há aumento de salário sem elevação da produtividade, há pressão sobre a inflação?, disse. Atualmente, a maioria dos sindicatos está conseguindo reajustes de salários acima da inflação.Mesquita disse que o BC está ?monitorando? as negociações salariais entre patrões e trabalhadores para ver o que vai ocorrer nessa área. O diretor afirmou que reajustes salariais acima dos aumentos de produtividade representam elevações reais dos custos das empresas.?Se elas tentarem repassar esses custos para os preços, o quadro inflacionário tenderá a piorar?, explicou. ?O Banco Central não vai chancelar esse tipo de decisão das empresas?, disse, indicando que um dos objetivos da política monetária será evitar que isso ocorra. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.