BC se recusa a comentar manifesto de economistas do PT

O Banco Central não vai se manifestar sobre um manifesto assinado por cerca de 200 economistas ligados ao PT com propostas de mudanças na política econômica do governo Lula. O documento, com lançamento previsto para esta sexta-feira, ?;e assinado por economistas como Luiz Gonzaga Belluzzo, Ricardo Carneiro e Plinio de Arruda Sampaio Jr.Eles sugerem, entre outras coisas, que o governo adote alguma política de controle no fluxo de capitais externos, e de manutenção de uma taxa de câmbio real mais favorável ao ganho de competitividade das exportações brasileiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.