finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

BC: setor público economiza R$ 17,7 bi em janeiro

O setor público consolidado - que reúne as contas do governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central), dos Estados e dos municípios - fechou o mês de janeiro com um superávit primário de R$ 17,748 bilhões. Em 12 meses, o saldo está positivo em R$ 103,360 bilhões, o que representa 2,81% do Produto Interno Bruto (PIB).

CÉLIA FROUFE E RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

25 de fevereiro de 2011 | 10h49

O superávit primário representa a economia do setor público para o pagamento dos juros da dívida pública. Em 2011, a meta de superávit do setor público foi fixada em valores nominais e é de R$ 117,9 bilhões. Levando-se em conta a perspectiva de crescimento do PIB, a economia seria de 2,9% do produto Interno Bruto (PIB).

No ano de 2010, o superávit primário ficou em R$ 101,696 bilhões, o equivalente a 2,78% do PIB e abaixo da meta de 3,1%. O ano passado foi o segundo seguido em que o governo não conseguiu cumprir a meta cheia e acabou lançando mão do uso dos investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para fechar a conta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.