BC tem ganhos de R$171 bi com dólar mais caro no 2o semestre

A valorização do dólar frente ao real rendeu ganhos de 171 bilhões de reais ao Banco Central no segundo semestre de 2008, informou a autoridade monetária nesta quinta-feira. O dólar mais caro elevou o valor das reservas internacionais do país em reais, resultando em ganhos de cerca de 160 bilhões de reais no segundo semestre do ano. O BC também lucrou 10,5 bilhões de reais com os chamados contratos de swap cambial --por meio do qual a autoridade monetária oferece ao investidor proteção contra as oscilações do câmbio. "Esse resultado financeiro é transferido ao Tesouro e serve para abater dívida pública, não pode ser incorporado a custeio", afirmou o diretor de Administração do BC, Anthero Meirelles, ao divulgar os números. O secretário-adjunto do Tesouro Cléber Oliveira destacou que o resultado do BC foi apurado ao longo de todo o ano de 2008 e, portanto, já estava incorporado ao programa de financiamento do Tesouro para o ano. "É apenas uma operação contábil", afirmou, em referência ao repasse do BC. No ano passado, as operações das reservas e de swap deixaram de fazer parte do balanço do BC porque o CMN considerou que elas traziam muita volatilidade ao resultado. Aprovado nesta quinta-feira pelo CMN, o balanço do segundo semestre --que agora retrata apenas os ganhos ou perdas do BC com operações em moeda local, como a remuneração dos depósitos compulsórios-- foi positivo em 10,2 bilhões de reais. Os recursos também serão repassados aos Tesouro na próxima semana, informou o BC. (Por Isabel Versiani)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.