BC ucraniano limita saques em moeda estrangeira

O Banco Central da Ucrânia anunciou limites temporários a saques em moeda estrangeira de contas particulares numa tentativa de conter a demanda por fundos bancários em meio à forte desvalorização da divisa do país, a grívnia.

Agencia Estado

28 de fevereiro de 2014 | 09h01

Os saques diários ficarão limitados a 15 mil grívnias, o equivalente a US$ 1,5 mil pela taxa de câmbio atual, segundo o recém-nomeado presidente do BC ucraniano, Stepan Kubiv, que falou a repórteres. Kubiv ressaltou que a limitação será suspensa quando a Ucrânia receber ajuda do Fundo Monetário Internacional (FMI) e de outras instituições financeiras.

O BC não adotou limites a saques em grívnias. "Saque o quanto quiser, um milhão ou dois milhões (de grívnias), há liquidez suficiente nos bancos", disse Kubiv.

Os clientes de bancos também poderão converter suas economias em moedas estrangeiras para a grívnia se desejar fazer saques sem limite.

Muitos ucranianos fazem poupança em dólares ou euros e vêm procurando os bancos locais para sacar seus recursos diante da queda da grívnia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Ucrâniasaquesmoeda estrangeira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.