Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

BC vendeu US$ 700 milhões numa semana

Às vésperas das eleições presidenciais que devem reeleger a hoje a presidente Cristina Kirchner, o Banco Central (BC) da Argentina mostrou poder de fogo para diminuir a pressão sobre o peso e impedir oscilações abruptas no câmbio. Operadores estimam que o BC tenha vendido na semana passada US$ 700 milhões ao mercado.

O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2011 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.