BCE confirma previsão e não altera taxas de juro

O Banco Central Europeu confirmou as expectativas dos analistas e anunciou que manteve as suas taxas de juro inalteradas, a despeito do agressivo corte promovido, ontem, pelo Federal Reserve, o BC norte-americano. A taxa marginal para empréstimos foi mantida em 5,75%, enquanto a taxa para depósito continuou em 3,75%. A taxa mínima para apresentação de ofertas nos leilões semanais de refinanciamento do BCE seguiu em 4,75%. Enquanto a maioria dos economistas pesquisados acredita que o BCE não alterará sua política monetária no primeiro trimestre, a grande parte projeta um afrouxamento da política monetária na zona do euro no segundo trimestre. A inflação na zona do euro e o crescimento da base monetária continuam acima das metas respectivas de variação de 2,0% e 4,5% fixadas pelo BCE para a região, o que reduz o espaço para que a autoridade monetária lime seus juros. O Banco Central Europeu dita a política monetária para os 12 países do euro, incluindo a Grécia, que entrou para o bloco no início de janeiro. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.