BCE deve manter juro, atenção estará nos sinais sobre o futuro

O Banco Central Europeu (BCE) deve manter inalterada sua taxa básica de juro nesta quinta-feira, após quatro meses de corte, mas os mercados financeiros estarão à procura de sinais sobre os futuros passos que deverão ser tomados pela autoridade monetária europeia para dar sustentação à economia da região. O presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, descartou a chance de um novo corte da taxa agora em fevereiro depois da decisão tomada em janeiro, ao dizer que o próximo "rendez-vous" importante seria em março. Diante disso, Todos os 85 economistas consultados pela Reuters, exceto três, disseram esperar que o BCE mantenha a taxa básica de juro europeia em 2 por cento ao anunciar sua decisão a partir das 10h45 (horário de Brasília) desta quinta-feira. O atual patamar já é recorde de baixa, mas a maioria dos economistas espera um novo corte em março, sendo que boa parte destes aposta em uma redução de 50 pontos-base.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.