BCE diz que juros vão ficar baixos; pode adotar mais medidas não convencionais

BCE diz que juros vão ficar baixos; pode adotar mais medidas não convencionais

Segundo o presidente da instituição, Mario Draghi, a política monetária sozinha tem efeito limitado

REUTERS

12 de novembro de 2014 | 12h56

O Banco Central Europeu (BCE) vai manter as taxas de juros baixas e está pronto para tomar medidas não convencionais adicionais se as expectativas de inflação não melhorarem, disse o presidente do BCE, Mario Draghi, nesta quarta-feira.

Em uma conferência em Roma, Draghi disse que a combinação do BCE de juros muito baixos e expansão de balanço criou "um grau sem precedentes de acomodação monetária".

Ele disse que o BCE tomaria "mais medidas não convencionais no caso das expectativas de inflação de médio prazo piorarem ou se as medidas já decididas se mostrarem insuficientes".

No entanto, ele disse que a política monetária sozinha tem efeito limitado e, para que os efeitos sejam sentidos na economia real, bancos precisam fazer mais para ajudar os empréstimos. Os governos também precisam encorajar reformas e fazer as reformas estruturais necessárias para melhorar a competitividade e cortar o desemprego.

"Está claro que as políticas dos lados da demanda e da oferta são necessárias", disse.

(Por James Mackenzie)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROBCEJUROSBAIXOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.