BCE endossa escolha de Trichet para presidência

O Banco Central Europeu divulgou hoje um comunicado endossando a nomeação do presidente do BC da França, Jean-Claude Trichet, para a presidência da instituição. "O conselho de governança do BCE não vê objeções contra o candidato proposto, que é uma pessoa reconhecida e com ampla experiência em assuntos monetários e financeiros", observou o comunicado. O BCE informou que seu conselho de governança ainda deverá consultar o Parlamento Europeu sobre a escolha de Trichet, mas a sua nomeação para suceder o holandês Wim Duisenberg é vista como certa. O Parlamento Europeu avaliará a indicação em setembro. Os ministros europeus de Economia e Finanças deram início aos procedimentos formais da sucessão de Duisenberg com indicação, terça-feira, de Trichet. A mudança da presidência do BCE será realizada no dia 1 de novembro. Trichet foi absolvido em junho da acusação de acobertamento de um escândalo relacionado a contas do Crédit Lyonnais. A absolvição abriu caminho para que ele fosse endossado pelo governo francês para o posto no BCE. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

31 Julho 2003 | 12h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.