BCE está atento a citações dos EUA sobre 'dólar forte'

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, reiterou que autoridades dos EUA, incluindo o presidente George W. Bush e o secretário do Tesouro Henry Paulson, afirmaram publicamente que um "dólar forte" é do interesse dos EUA. Segundo Trichet, o BCE está prestando "enorme atenção" a estes comentários.Trichet afirmou que a economia dos EUA e da zona não euro não são idênticas, cada uma enfrentando choques diferentes. Embora vivam em um único "mundo interdependente", Trichet afirmou que elas estão, possivelmente, em pontos diferentes no ciclo econômico.O euro segue em alta nas negociações do mercado internacional de moedas e atingiu novo recorde esta manhã, ao ser negociado a US$ 1,5374. Os comentários de Trichet estariam dando sustentação à moeda européia. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.