BCE: pior da desaceleração na zona do euro já passou

A pior fase da desaceleração nas principais economias da Europa ocorreu no segundo e terceiro trimestres deste ano, disse o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet. Agora, a região está posicionada para "uma recuperação progressiva" e deve voltar a seu potencial no próximo ano. Trichet fez as declarações ao responder questões após seu discurso no Economic Club de Nova York.Essa retração da economia européia, junto com o declínio nos preços do petróleo, diminuiu as preocupações dos formuladores de políticas com a inflação e permitiu que o BCE se juntasse a outros bancos centrais para um corte coordenado de 0,50 ponto porcentual nas taxas de juros na semana passada.Contudo, Trichet reforçou a necessidade de os governos se manterem alertas para o desenvolvimento dos preços em seus respectivos países e reiterou a dedicação do banco para com a estabilidade dos preços, sua meta central.Em um comunicado preparado para divulgação após o discurso e em suas respostas à audiência presente ao Economic Club, Trichet elogiou a "excepcional cooperação entre os bancos centrais", que se tornou um destaque na crise financeira. "Este é um problema que todos compartilhamos", disse. "Se você não é parte da solução você é parte do problema." As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.