BCE quer compensação por perdas com bônus da Grécia

O BCE estaria pedindo compensação da Linha de Estabilidade Financeira Europeia para continuar aceitando bônus gregos como colateral para seus empréstimos aos bancos da Grécia, segundo fontes

Danielle Chaves, da Agência Estado,

21 de julho de 2011 | 13h17

O Banco Central Europeu (BCE) está pedindo compensação por qualquer perda que sofrer em consequência de um plano da zona do euro para reduzir o ônus da dívida da Grécia, afirmaram autoridades da União Europeia. O BCE está sendo representado em Bruxelas por seu presidente, Jean-Claude Trichet.

Segundo uma das fontes, o BCE possui entre 45 bilhões de euros e 50 bilhões de euros em bônus do governo grego, comprados desde o ano passado como parte de um programa emergencial de compra de bônus soberanos. A fonte afirmou que a demanda do BCE é um ponto de divergência nas negociações em Bruxelas.

O BCE estaria pedindo compensação da Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, na sigla em inglês) para continuar aceitando bônus gregos como colateral para seus empréstimos aos bancos da Grécia.

Outra ideia em discussão é que a EFSF compre - ou forneça o financiamento para que a Grécia o faça - bônus gregos ao preço que foi pago pelo BCE quando a instituição os adquiriu. Uma estimativa calcula o preço médio dos bônus em cerca de 85% do valor de face. As informações são da Dow Jones. (Danielle Chaves)

Tudo o que sabemos sobre:
BCEcriseGréciazona do euro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.