BCE repensará ritmo de retirada de estímulos se preciso, diz membro da instituição

Decisão poderá ser tomada em caso de preocupação de um impacto negativo sobre a economia

Reuters,

21 de setembro de 2010 | 07h28

O Banco Central Europeu (BCE) irá repensar o ritmo de retirada da liquidez do sistema se temer que possa haver uma repercussão negativa, disse o membro do conselho da autoridade Nout Wellink.

Questionado sobre se a dependência por parte de países europeus periféricos do financiamento do BCE é consistente com a retirada das medidas de liquidez no início de 2011, ele disse ao Market News International que "no momento em que começarmos o processo de retirada, iremos levar em conta todos os elementos relevantes".

"Se, nesse momento, temermos um impacto negativo sobre a economia, certamente iremos reconsiderar nossos planos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.