BCs de língua portuguesa vão estudar sistema de pagamento internacional

Também foram abordadas situações econômicas de cada país e como ações poderiam contribuir para aproximação econômica e financeira do grupo

Eduardo Cucolo, da Agência Estado,

24 de setembro de 2012 | 18h10

BRASÍLIA - Representantes dos bancos centrais da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), reunidos desde ontem no Brasil, vão estudar sistemas de pagamentos internacionais que possam contribuir para o aprofundamento da integração econômica e financeira entre esses países. De acordo com o Banco Central do Brasil, o primeiro relatório do grupo formado para essa tarefa será apresentado durante encontro em Portugal, em novembro.

O BC brasileiro apresentou no encontro o Convênio de Pagamentos e Créditos Recíprocos (CCR), firmado no âmbito da Associação Latino Americana de Integração (Aladi), e o Sistema de Moeda Local (SML).

Também foram abordadas as situações econômicas de cada país e como ações dos bancos centrais poderiam contribuir para maior aproximação econômica e financeira do grupo. Os representantes também concordaram em aprofundar a cooperação técnica.

Em novembro, o Banco de Portugal apresentará estudo sobre os requisitos para efeito de equivalência dos regimes de supervisão prudencial à luz das regras aplicáveis à União Europeia.

Estiveram presentes no encontro, no Rio de Janeiro, representantes dos Bancos Centrais de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.