BCs fazem ação coordenada para fortalecer sistema financeiro global

Com as medidas, países esperam reduzir os efeitos da crise sobre a oferta de crédito para os consumidores

Danielle Chaves, da Agência Estado,

30 de novembro de 2011 | 11h17

WASHINGTON - Os bancos centrais dos países desenvolvidos tomaram uma ação coordenada para fortalecer o sistema financeiro global enquanto a crise de dívida europeia continua causando problemas nos mercados.

Fed, Banco do Canadá, Banco da Inglaterra (BOE), Banco do Japão (BOJ), Banco Central Europeu (BCE) e Banco Nacional da Suíça (SNB) concordaram em reduzir o preço dos acordos temporários de swap de liquidez em dólar existentes em 0,50 ponto porcentual. Isso fará com que a nova taxa seja reduzida para a taxa overnight índex swap, ou OIS, mais 0,50 ponto porcentual.

O preço será aplicado em todas as operações realizadas a partir de 5 de dezembro. A autorização desses acordos de swap foi estendida para 1º de fevereiro de 2013.

"O propósito dessas ações é aliviar as pressões sobre os mercados financeiros e, assim, reduzir os efeitos de tais pressões sobre a oferta de crédito para pessoas físicas e famílias e, portanto, ajudar a dar sustentação para a atividade econômica", afirmou o Federal Reserve em um comunicado.

Os bancos centrais também concordaram em estabelecer acordos de swap de liquidez bilateral temporários para que a liquidez possa ser fornecida em cada jurisdição em qualquer uma das moedas dos bancos centrais em questão, caso as condições do mercado justifiquem isso. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.