Alex Silva
Alex Silva

Belluzzo critica Levy e diz que é preciso 'enganar o mercado'

Economista disse que o ex-ministro da Fazenda não tinha a menor condição de ocupar o cargo e produziu um desajuste no País

Álvaro Campos, O Estado de S.Paulo

18 de março de 2016 | 17h23

O economista Luiz Gonzaga Belluzzo criticou fortemente o ex-ministro da Fazenda Joaquim Levy. Em evento promovido pela revista Carta Capital nesta tarde, Belluzo disse que Levy "não tinha a menor condição de ser ministro da Fazenda".

"Ele olha a economia através de um modelo abstrato que não corresponde à economia concreta, onde vive gente. Não tem cabimento o que foi feito. Ele disse que ia fazer o ajuste fiscal, mas produziu um desajuste. Um choque desses na economia joga as receitas fiscais lá para baixo", comentou.

Segundo ele, prova disso é que a carga fiscal no Brasil caiu no ano passado. Afinal, a arrecadação recuou mais do que o PIB. "Como é possível passar pela cabeça de alguém fazer um negócio desses porque o mercado pressionou? Você tem que tratar o mercado com sagacidade, enganar o mercado, falar que vai fazer e não fazer".

Belluzo disse que a política econômica adotada por Levy foi um dos motivos que fez a presidente Dilma Rousseff perder o apoio de bases sociais tradicionais do PT. Nesse sentido, o economista afirmou que colocar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil é tentar retomar essa relação com os movimentos sociais. "Eu torço para que dê certo", afirmou. 

Mais conteúdo sobre:
Crise EconômicaCrise Política

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.