coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Belo Horizonte contesta a marcação a mercado

A Prefeitura Municipal de Belo Horizonte deverá ajuizar ações de perdas e danos para reaver prejuízos causados pela mudanças nas regras de aplicação em fundos de investimentos. De acordo com as informações divulgadas, a alteração na contabilização dos fundos para a marcação a mercado nos investimentos lastreados pelas Letras Financeiras do Tesouro (LFT) causou à Prefeitura uma perda de R$ 1,3 milhão entre 29 de maio (data da mudança) a 3 de junho. Segundo o secretário municipal de Finanças de Belo Horizonte, Júlio Pires, a mudança trouxe impactos para investimentos cujos recursos são provenientes de convênios e fundos repassados pelo governo federal. Por lei, segundo o secretário, estes recursos têm que ser investidos em aplicações que possuam o menor risco possível. De acordo com ele, a perda equivale a 3% do valor total aplicado pela prefeitura. Para o secretário, a mudança foi provocada pelo Banco Central e, por isso, a Procuradoria Geral do Município está analisando qual a medida cabível a ser buscada e em qual instância. Ainda não há data para que as ações sejam ajuizadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.