Belo Monte puxou financiamentos em 2012, diz Anbima

O presidente do Comitê de Financiamento de Projetos da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), Sergio Heumann, afirmou que o volume de financiamento de projetos no total de R$ 58,9 bilhões em 2012 foi influenciado por um único empréstimo, o da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. O projeto respondeu por R$ 29,4 bilhões. Sem esse valor, o volume de 2012 estaria em linha com o do ano anterior, quando os financiamentos somaram R$ 28,2 bilhões.

DAYANNE SOUSA, Agencia Estado

16 de abril de 2013 | 13h25

Heumann destacou que a maior parte dos financiamentos, 75,3%, foi feita via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O padrão, segundo ele, é o mesmo dos últimos anos. "Essa parcela tem se mantido entre 75% e 80%", afirmou.

O presidente do comitê avaliou ainda que há uma tendência de diversificação de fontes de financiamento. "Apesar de o BNDES ter um orçamento muito grande, uma fonte de financiamento sozinha não é capaz de fazer frente à enorme necessidade de investimentos que temos", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
AnbimaBelo Monte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.