Bens de capital tem 5ª alta seguida em agosto, diz IBGE

A indústria de bens de capital registrou avanço de 11,8% na produção em agosto, em relação a agosto de 2012, informou nesta quarta-feira, 2, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado, segundo o gerente da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física (PIM-PF), André Luiz Macedo, representa um aumento de dois dígitos pelo quinto mês consecutivo, na comparação que considera o desempenho de igual mês do ano anterior.

IDIANA TOMAZELLI, Agencia Estado

02 de outubro de 2013 | 10h13

Mesmo assim, Macedo afirmou que a categoria vem registrando um ritmo menor de expansão da produção. "A alta dos bens de capital vinha segurando o resultado da indústria geral, mas houve uma desaceleração intensa, mesmo mantendo saldo positivo nos últimos 12 meses".

De janeiro a abril, os bens de capital acumulavam alta de 15,5%. Entre maio e agosto, contudo, o ganho se reduziu para 0,7%. Em 12 meses, a taxa é de 4,6%.

Revisão

A categoria de bens de capital foi a principal influência na revisão do resultado da produção industrial em julho, para -2,4%, de -2,0% divulgados anteriormente. O dado de julho para bens de capital foi revisto para queda de 4,7%, bem mais intensa do que a baixa de 3,3% apresentada antes.

Segundo Macedo, a revisão teve origem nos próprios empresários informantes da pesquisa, que alteraram seus números de produção. O setor em que as revisões foram mais recorrentes foi o de fabricação de caminhões, de acordo com o IBGE. O instituto, contudo, não divulga dados individualizados para esse segmento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.