Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Berlusconi que expandir G-8 para incluir emergentes

O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, disse que vai buscar expandir o G-8 (grupo dos sete países mais industrializados e a Rússia) para incluir as economias emergentes que mais crescem quando assumir a presidência rotativa do grupo em 2009.Após um encontro hoje com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Berlusconi disse em entrevista à imprensa que quer juntar a China, a Índia, a África do Sul, o México e o Brasil ao G-8, que se tornaria um G-13. Ele disse que a Itália também é a favor de se incluir o Egito; o grupo seria batizado então de G-14. O G-13 ou G-14 representaria cerca de 80% da economia global e a vasta maioria da população mundial, disse Berlusconi.O atual G-8 é composto por Estados Unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Canadá e Rússia. As informações são da Dow Jones.

SUZI KATZUMATA, Agencia Estado

11 de novembro de 2008 | 14h47

Tudo o que sabemos sobre:
G-8Berlusconi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.