Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Bernanke alerta sobre déficit em conta corrente dos EUA

O chairman do Federal Reserve, BenBernanke, afirmou em discurso na Europa que a enorme dívidaexterna não está pesando indevidamente sobre a economiaatualmente, mas que ao longo do tempo o déficit em transaçõescorrentes dos EUA é insustentável. "O grande déficit em transações correntes não podepersistir indefinidamente porque a capacidade dos EUA de mantero serviço da dívida e a vontade dos investidores estrangeirosde manter ativos norte-americanos em seus portfólios sãolimitadas", avaliou em discurso preparado para um evento emBerlim. Bernanke não abordou as perspectivas para a economia dosEstados Unidos ou para a taxa de juros no texto, que foidistribuído a jornalistas antecipadamente. O chairman do Fed alertou que, se o déficit em contacorrente dos EUA continuar nos níveis atuais, os investidoresestrangeiros podem esgotar sua capacidade de manter ativosnorte-americanos. Nesse ponto, afirmou, seria difícil para opaís financiar sua dívida a um custo razoável. Segundo ele, o excesso de poupança global, com fluxo derecursos de países emergentes para economias estáveis,particularmente para os EUA, continua. À medida que a farturade recursos se dissipar, as taxas reais de juros vão subir,acrescentou Bernanke.

DAVE GRAHAM, REUTERS

11 de setembro de 2007 | 13h58

Tudo o que sabemos sobre:
FEDBERNANKEATUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.