Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Bernanke apóia tarifas menores para etanol brasileiro

O chairman do Federal Reserve, BenBernanke, afirmou nesta quinta-feira que é a favor de umaredução nas altas tarifas sobre o etanol brasileiro para ajudara reduzir a pressão sobre o preço dos alimentos. "Como vocês sabem, sou a favor do livre comércio e creio,por exemplo, que permitir a entrada do etanol brasileiroreduziria os custos nos Estados Unidos", disse Bernanke aoComitê Bancário do Senado norte-americano. A maior parte do etanol produzido nos Estados Unidos éfeito a partir do milho, e a produção doméstica conta comproteções contra o etanol brasileiro, feito a partir dacana-de-açúcar, através de altas tarifas. Bernanke afirmou que é difícil dizer o quanto a fortedemanda atual está impulsionando os preços. "Mas no caso, uma parte significativa da produção de milhoestá sendo direcionada para o etanol, o que eleva os preços domilho", pontuou Bernanke. "E há alguns efeitos colaterais. Por exemplo, algumas áreasde plantação de soja foram direcionadas para a produção demilho, o que provavelmente afeta de alguma forma o preço dasoja. Então existe algum efeito no preço dos alimentosproveniente da conversão para uso de energia".

REUTERS

28 de fevereiro de 2008 | 14h28

Tudo o que sabemos sobre:
MACROBERNANKEETANOLATUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.