Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Bernanke defende uma maior proteção aos consumidores

Presidente do banco central dos EUA pede políticas que inibam práticas enganosas nas atividades financeiras

Efe,

01 de outubro de 2009 | 12h26

O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, defendeu nesta quinta-feira, 1, uma maior proteção para os consumidores, em uma audiência do Comitê de Finanças da Câmara de Representantes que estuda a reestruturação do sistema financeiro.

 

"Os responsáveis de políticas deveriam se assegurar de que os consumidores estarão protegidos contra as práticas injustas e enganosas em suas atividades financeiras", disse Bernanke.

 

O comitê, presidido pelo democrata Barney Frank, de Massachusetts, começou os trabalhos para a criação de uma agência independente que poderia tirar do Fed e de outras agências reguladoras do sistema bancário as atribuições para a supervisão e aplicação das regras de proteção ao consumidor.

 

Vários legisladores, em ambas as câmaras do Congresso, criticaram as agências do Governo que, supostamente, supervisionam o sistema financeiro, mas não impediram a concessão de hipotecas de alto risco, nem impedem as práticas das empresas de cartões de crédito que encarecem as dívidas de seus clientes.

 

Bernanke afirmou nesta quinta que não deveria ser retirado do Fed a responsabilidade de supervisionar a proteção dos consumidores.

 

O presidente do Fed se referiu também aos esforços do banco central e de outras agências reguladoras do sistema bancário para aumentar os requisitos de capital das grandes instituições financeiras cujo colapso causa danos a todo o sistema financeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Ben BernankeFedproteçãoconsumidor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.