Bernanke diz que ainda é cedo para cravar redução das compras de bônus

Analistas acreditam que a primeira redução do programa de estímulo ocorrerá em setembro, mas presidente do Fed disse ‘ainda é cedo para dizer’

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

18 de julho de 2013 | 14h34

WASHINGTON - O presidente do Federal Reserve Bank norte-americano, Ben Bernanke, disse nesta quinta-feira à Comissão de Bancos do Senado dos Estados Unidos que nenhuma decisão foi tomada até agora sobre quando será iniciada a redução gradual do programa de compra de bônus pelo banco central.

Analistas têm apontado para a reunião de política monetária de setembro como data mais provável para a primeira redução nas compras mensais de bônus, atualmente em US$ 85 bilhões. Parte dessa expectativa é motivada pelo fato de haver uma entrevista coletiva programada para depois da reunião.

"Ainda é cedo demais para dizer", disse Bernanke. Ele explicou que os diretores do Fed ainda estão à espera de que alguns indicadores melhorem no segundo semestre antes de darem início à redução do programa de estímulo à economia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ben bernanke

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.