Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Bernanke diz que dólar corre risco no longo prazo

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Ben Bernanke, disse hoje que o status do dólar como moeda de reserva global não está em risco no curto prazo. Mas, segundo ele, isso pode mudar, caso os déficits fiscais não sejam controlados.

MARCÍLIO SOUZA, Agencia Estado

01 de outubro de 2009 | 12h52

A uma pergunta da deputada Michele Bachmann, republicana de Minnesota, sobre os comentários do presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, de que o dólar sofrerá crescente concorrência como moeda de reserva, Bernanke disse que concorda com Zoellick que "não há um risco imediato para o dólar". "Essa é uma questão relativamente de longo prazo", afirmou.

Bernanke acrescentou que também concorda com Zoellick sobre o fato de que, se os EUA não colocarem a "casa macroeconômica em ordem", o dólar correrá perigo. "O elemento mais crítico aí é a estabilidade fiscal no longo prazo", disse. Para Bernanke, o Fed fará sua parte para assegurar que a inflação continue sob controle. "Estamos confiantes de que poderemos gerenciar nossas políticas para apoiar a economia sem induzir a inflação no médio prazo", afirmou. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
dólarreservaFedBernanke

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.