Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Bernanke diz que juro baixo não causou bolha imobiliária

Segundo presidente do Fed, os preços dos imóveis subiram fortemente no Reino Unido no mesmo período, apesar de naquele país os juros não estarem tão baixos à época

Danielle Chaves, da Agência Estado,

22 de março de 2012 | 15h13

WASHINGTON - A maior parte das evidências sugere que a política de juros baixos do Federal Reserve no início dos anos 2000 não provocou a recente bolha do setor imobiliário, afirmou o presidente do banco central dos EUA, Ben Bernanke, em um discurso preparado para estudantes da George Washington University.

Embora há quem argumente que as baixas taxas de juros no início dos anos 2000 contribuíram para o colapso do setor de imóveis dos EUA, os exemplos internacionais e o momento do estouro da bolha mostram outra coisa, segundo Bernanke.

Por exemplo, os preços dos imóveis subiram fortemente no Reino Unido no mesmo período, apesar de naquele país a política monetária estar mais apertada do que nos EUA na época. Bernanke também destacou que os preços dos imóveis começaram a subir no fim dos anos 1990, antes de o Fed começar a cortar os juros e aumentaram mais rapidamente depois que o banco central iniciou um aperto monetário.

Bernanke observou que um período anterior chamado "Grande Moderação", boa parte dele durante a presidência de Alan Greenspan no Fed, foi de estabilidade econômica, em parte por causa de mudanças estruturais, mas também porque a "simples sorte pode ter contribuído". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Bolha imobiliáriaFedjuros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.