Bernanke: reforma corrige lacunas na regulamentação

O presidente do Federal Reserve norte-americano, Ben Bernanke, acredita que a reforma da regulamentação do sistema financeiro dos Estados Unidos corrige lacunas e debilidades críticas que foram reveladas pela crise financeira.

AE, Agencia Estado

29 de setembro de 2010 | 19h17

Em depoimento preparado para ser apresentado em uma audiência no Senado amanhã, Bernanke pede a implementação rápida da Lei Dodd-Frank, sancionada em julho, e destaca o papel que ela dá ao Fed para supervisionar o sistema financeiro. "A Lei Dodd-Frank é um importante passo à frente para a regulamentação financeira nos EUA e é essencial que ela seja implementada rápida e efetivamente", diz Bernanke, no depoimento.

Também participarão da audiência no Comitê Bancário do Senado a chefe da Corporação Federal de Seguros de Depósitos (FDIC), Sheila Bair, a presidente da SEC (a CVM dos EUA), Mary Schapiro, e o chairman da Comissão de Comércio de Futuros de Commodities (CFTC), Gary Gensler. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.