Bernanke sinaliza que apoia divisão de empresas 'grandes demais pra falir'

Em audiência, presidente do BC norte-americano diz que ato seria 'no geral, construtivo'

Danielle Chaves, da Agência Estado,

20 de abril de 2010 | 13h53

O presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, sinalizou que pode favorecer a divisão de empresas antes que elas se tornem tão grandes a ponto de ameaçarem toda a economia. Em uma audiência na Câmara dos EUA sobre o colapso do Lehman Brothers, ocorrido em 2008, Bernanke afirmou que o melhor caminho para reformar as regras financeiras seria limitar a excessiva tomada de risco pelas empresas, bem como o pagamento dos executivos.

Ao ser pressionado pelo deputado democrata Paul Kanjorski sobre se favorece uma legislação para dividir empresas que são vistas como grandes demais para falir, Bernanke disse que isso seria, "no geral, construtivo". Os membros do Congresso norte-americano estão tentando pressionar por uma legislação que reforme a regulação dos mercados financeiros. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Bernankedivisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.