Coluna

Fabrizio Gueratto: como o investidor pode recuperar suas perdas no IRB Brasil

Bernanke vê recuperação dos EUA começando em 2010

Presidente do Fed diz que maior risco é a possibilidade das medidas para consertar o sistema estarem atrasadas

REUTERS

16 de março de 2009 | 07h24

O presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, sugeriu em uma entrevista no domingo que a recessão dos Estados Unidos pode durar todo este ano e disse que o maior risco é a possibilidade das medidas necessárias para consertar o sistema financeiro estarem atrasadas.

 

Veja também:  

linkLições de 29

linkComo o mundo reage à crise especial

linkEspecialistas dão dicas de como agir no meio da crise

linkDicionário da crise especial 

"Esse declínio (econômico) começará a moderar e começaremos a ver uma nivelação", afirmou ele ao programa "60 Minutos", da CBS, quando questionado sobre se vê a recessão acabando neste ano.

"Não voltaremos ao pleno emprego, mas iremos, espero, ver o fim desses declínios que foram tão fortes em pelo menos alguns trimestres."

Bernanke disse ao Congresso em janeiro que o Fed acreditava haver uma perspectiva razoável de que a recessão acabe em 2009 e que 2010 seja um ano de recuperação.

Na entrevista de domingo, ele manteve essa visão, embora sugerindo que os desenvolvimentos recentes ofuscaram um pouco esse cenário.

"Veremos a recessão chegando ao fim provavelmente neste ano. Veremos uma recuperação começando no próximo ano."

Bernanke acrescentou que sua principal preocupação é que os líderes políticos e o público retirem o apoio aos esforços que visam estabilizar o sistema bancário.

"O maior risco é que, você sabe, não temos a vontade política", disse ele. "Não temos o compromisso de resolver esse problema... Nesse caso, não podemos contar com uma recuperação."

Tudo o que sabemos sobre:
FEDBERNANKERECUPERACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.