Bernardo acena com fim de suspensão às operadoras

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse, nesta terça-feira, que "nos próximos dias" poderá ocorrer a revogação da suspensão das vendas de novas linhas para operadoras de telefonia, punidas desde o dia 23 de julho. "As medidas apresentadas pelas empresas (de melhora dos serviços) têm o compromisso de implementação e serão divulgadas na internet para cobrança, não só pela Anatel, como pela sociedade em geral", afirmou, após participar de evento organizado pela Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA).

RODRIGO PETRY, Agencia Estado

31 de julho de 2012 | 16h30

Bernardo avaliou que os planos divulgados pelas empresas estão "satisfatórios" e deverão melhorar o serviço das operadoras daqui para frente. O ministro destacou, porém, que não tem os detalhes dos planos enviados pelas companhias, por ser uma tarefa técnica da Anatel. "A cada fim de dia eu pergunto para o presidente da Anatel como é que está (a situação). Se está evoluindo, se está boa. Isso é uma questão para o técnicos resolverem", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.