Bernardo espera para breve relatório sobre o caso TIM

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, evitou, nesta segunda-feira, dar prazos para que o relatório sobre denúncias de que a TIM estaria derrubando as chamadas de seus planos ilimitados seja finalizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). "Espero que seja em breve. A Anatel tem sua própria autonomia", afirmou a jornalistas, após participar de almoço com o Grupo de Líderes Empresariais (Lide).

RODRIGO PETRY, Agencia Estado

27 de agosto de 2012 | 16h01

Bernardo ressaltou que o processo encontra-se dentro da Anatel. "Com toda sinceridade, acho difícil e torço para não ser verdade. A queda nas ligações é grave e causa um ônus aos usuários", disse, acrescentando que a agência já implementou um novo mecanismo para que a chamada seja retomada após dois minutos da queda da chamada sem pagamento adicional.

Tudo o que sabemos sobre:
operadorasTIMAnatelBernardo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.