Bernardo: resposta para inflação é aumentar a produção

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse hoje que a inflação deverá "ficar na faixa dos 6,5%" em 2008 e o resultado, se confirmado, colocará o Brasil como um dos países mais bem-sucedidos no regime de meta de inflação este ano - definida para entre 2,5% e 6,5%. Para o ministro, "a resposta para a inflação é aumentar muito a produção".Paulo Bernardo, que fez palestra sobre inflação no Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (Ibef), no Rio, disse que em países como Chile e algumas nações européias as taxas inflacionárias estão disparando para além da meta este ano. Esses países estão enfrentando dificuldades maiores do que o Brasil para controlar os preços, segundo ele. "Achamos que é um quadro muito mais conjuntural e aparado por aumento da demanda de commodities (matérias-primas)", afirmou.Para o ministro, o Brasil tem condições de mais que dobrar a produção agrícola nos próximos dez anos e poderá aproveitar a dissonância entre oferta e demanda de alimentos no mundo, na atualidade, para se firmar como fornecedor mundial.

JACQUELINE FARID, Agencia Estado

29 de julho de 2008 | 15h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.