Bernardo sugere que taxa de juros já pode ser reduzida

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse hoje que o Banco Central tem feito um trabalho extraordinário no controle da inflação, nos cinco anos do governo Luiz Inácio Lula da Silva. "Estamos caminhando na direção (de redução dos juros)", afirmou o ministro.Paulo Bernardo lembrou que, no final do ano passado, houve uma aceleração inflacionária. "Chegamos a ficar um pouquinho acima do centro da meta, que é de 4,5%", disse. O ministro justificou que essa aceleração inflacionária fez com que o Banco Central adotasse prudência em relação à questão da inflação. "A nossa perspectiva é muito boa. Vamos retomar a possibilidade de redução de juros", assegurou.Ele lembrou que em janeiro de 2003 a taxa Selic estava em 25% ao ano e atualmente está definida em 11,25% pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do BC. "Foi uma redução muito grande", comentou. "Temos condições de reduzir ainda mais a taxa de juros."Na sua avaliação, a baixa inflação fez com que os salários fossem valorizados. "Houve acréscimo real de salários. Esse consumo das famílias (no PIB) decorre disso. O próprio investimento mostra que há uma tranqüilidade do empresariado em investir", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.