BES recomenda compra de Globo Cabo

A BES Securities reiniciou a cobertura de Globo Cabo PN - ações preferenciais, sem direito a voto - recomendando a compra do papel com preço-alvo de R$ 3,40 por ação, a ser alcançado imediatamente após a conversão de debêntures, que está programada para dezembro. A analista Carolina Gava afirmou que a estimativa de preço-alvo para o papel é conservadora. Ela acredita que a ação deverá alcançar o valor rapidamente em função do rápido crescimento das atividades da companhia na área de Internet. Entretanto, a analista prefere adotar esta postura até que a Globo Cabo comprove sua capacidade de aumentar sua base de clientes e sua receita por usuário. Carolina explicou que o panorama econômico positivo do País favorece o crescimento do setor de TV por assinatura, cujo desempenho está diretamente ligado ao comportamento da economia. Além disso, o lançamento do pacote Standard e a incorporação de atividades na região sul permitirão à Globo Cabo elevar a sua taxa de penetração no segmento de cabos no curto prazo. A analista estima que a taxa de penetração da companhia alcançará 39% em 2005 contra 23% registrado em 1999. Ela lembrou que o Brasil possui a segunda menor taxa média de penetração de TV por assinatura da América Latina (7%), atrás apenas da Bolívia. A Internet de banda larga, deverá ganhar espaço com o lançamento da TV Digital a partir de 2002. A analista considera que essa atividade é fundamental para agregar valor aos serviços atuais da Globo Cabo. Ela estima que, em 2005, cerca de 30% dos clientes da NET terão acesso ao Vírtua. A companhia está investindo US$ 70 milhões na digitalização de sua rede para poder oferecer o serviço de TV Digital e interagir com o cliente. Debêntures A possibilidade de conversão de debêntures da Globo Cabo a partir de dezembro deste ano pode provocar, no curto prazo, uma diluição dos acionistas minoritários que atualmente representam 10% do capital, afirmou a analistada BES Securities, no relatório divulgado no dia 19. A companhia possui 3.500 debêntures que podem ser convertidas em ações preferenciais na razão 1/86,187. O preço de conversão é de R$ 1,16 por ação acrescido de IGPM e prêmio de 5%. A analista acha que essas debêntures vêm prejudicando o desempenho dos papéis da Globo Cabo e aumentando sua volatilidade, por possibilitarem operações de arbitragem com o papel à vista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.