Besc reduz taxas de juros na segunda-feira

As taxas de juros do Banco do Estado de Santa Catarina (Besc) serão reduzidas a partir de segunda-feira, conforme decisão de diretoria aprovada ontem. O banco explicou que a decisão acompanha o movimento do mercado e também leva em conta o fato de que as taxas não sofriam qualquer alteração desde 1999. Para as pessoas físicas, nos empréstimos de conta corrente e cheque programado, as taxas caem de 4,50% a 6,50% ao mês para 4,30% a 6,30%; cheque nobre, de 9,50% ao mês para 8,90%; crédito em consignação, de 3,65% ao mês para 3,40%; consignação para empregados, de 3,10% ao mês para 2,95%. No crédito pessoal, a taxa não foi alterada: 4,50%. Para pessoas jurídicas, no cheque programado as taxas saem de 3,45% a 5,45% ao mês para 3,30% a 5,30%; cheque empresarial, de 8,90% ao mês para 8,30%; desconto de duplicatas, de 3,25% a 5,25% ao mês para 3% a 5%; nos empréstimos de conta corrente/duplicatas, de 3,45% a 5,45% ao mês para 3,20% a 5,20%; micro e pequena empresa, de 3,10% ao mês mais TR para 2,90% ao mês mais TR; média empresa, de 3,50% ao mês mais TR para 3,10% ao mês mais TR.AutorizaçãoO Besc informou ainda que o Banco Central liberou sua atuação em três linhas de financiamento, observadas as condições de segurança na concessão dos créditos. As linhas estavam bloqueadas em função do processo de privatização, que foi suspenso por liminar no final do ano passado. O banco vai voltar a operar com capital de giro com garantia de aval para clientes AA, A e B; carta fiança para clientes classificados nos níveis AA, A e B e financiamentos de bens de consumo duráveis - veículos novos, usados, utilitários e financiamento à profissionais liberais. Com esta medida, o banco observou que espera ampliar gradativamente o atual volume de operações de crédito e auferir receitas de intermediação financeira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.