Bethlehem Steel anuncia prejuízo líquido de US$ 54,2 mi

A siderúrgica norte-americana Bethlehem Steel, que entrou com pedido de concordata em outubro de 2001, teve um prejuízo líquido de US$ 54,2 milhões (US$ 0,49 por ação) no terceiro trimestre até 30 de setembro de 2002, ante um prejuízo de US$ 152,2 milhões (US$ 1,25 por ação) em igual período de 2001. As vendas no trimestre subiram para US$ 938,5 milhões, de US$ 825,4 milhões no ano passado. O resultado do período inclui um prejuízo de US$ 8 milhões decorrente da venda de participação em unidade de minério de ferro e excesso de minério, um prejuízo de US$ 2,5 milhões relativo a fechamento de fábrica e um prejuízo de US$ 2,3 milhões decorrente de blecautes em altos fornos. Excluindo os itens, o prejuízo foi de US$ 41,4 milhões. A empresa disse que os resultados do terceiro trimestre refletem melhores preços realizados, devido à uma oferta doméstica reduzida decorrente de suspensões na capacidade. A companhia espera que seu desempenho financeiro se estabilize no quarto trimestre, à medida que os embarques declinem sazonalmente. A empresa também registrará custos adicionais relacionados com a manutenção planejada de suas fábricas de laminados planos. A Bethlehem encerrou o terceiro trimestre com liquidez de aproximadamente US$ 235 milhões e disse que possui liquidez suficiente em 2003 para prosseguir com várias alternativas estratégicas referentes ao plano de reorganização da empresa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.