Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Bezos, fundador da Amazon, supera Buffett e se torna o 3º mais rico do mundo

O cofundador da Microsoft Bill Gates continua à frente de ranking da 'Forbes', seguido pelo espanhol Amancio Ortega, fundador da Inditex - dona da rede de lojas de departamento Zara

Reuters

28 Julho 2016 | 22h28

Jeff Bezos, fundador e presidente da Amazon, tornou-se a terceira pessoa mais rica do mundo pela primeira vez, segundo levantamento da revista norte-americana Forbes, superando Warren Buffett, presidente da Berkshire Hathaway.

A fortuna de Bezos era de US$ 65,3 bilhões no fim da tarde de quinta-feira, 28, acima do montante de US$ 64,9 bilhões estimado para Buffett.

O cofundador da Microsoft Bill Gates continuou à frente do ranking, como o mais rico do mundo, com fortuna estimada em US$ 77,7 bilhões, seguido pelo espanhol Amancio Ortega, fundador da Inditex - dona da rede de lojas de departamento Zara -, com US$ 72,7 bilhões.

O cofundador e presidente executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, permaneceu em quinto lugar, com US$ 54 bilhões.

Aos 52 anos, Bezos tem cerca de 18% da gigante do comércio eletrônico Amazon. As ações da companhia tiveram valorização de 50% desde o início de fevereiro, um reflexo da preferência das pessoas que, em vez de recorrer aos shoppings, cada vez mais fazem compras em site de e-commerce.

Além de atuar como varejista, Bezos levou a Amazon a se tornar uma gigante em vários setores, seja por meio da fabricação do leitor digital Kindle ou da oferta de filmes via streaming.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.