BG Group inicia produção na Bolívia e descarta risco de expropriação

Companhia vai produzir gás natural no campo Margarita e diz que continuará a investir no país

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

02 de maio de 2012 | 11h03

LONDRES - A empresa de energia britânica BG Group disse que começou a produzir gás natural em seu campo Margarita, na Bolívia, e não acredita que o ativo está em risco de expropriação, um dia depois de o presidente da Bolívia, Evo Morales, expropriar a unidades da espanhola Red Electrica Corp. no país.

O porta-voz da companhia Mark Todd disse que a companhia está confortável com suas relações com o governo boliviano. "Nós estamos monitorando a situação (com a Red Electrica), mas continuamos a investir na Bolívia", acrescentou Todd.

O executivo-chefe do BG Group, Frank Chapman, disse que a primeira fase de desenvolvimento no campo de gás Margarita adicionará 17 mil barris de petróleo de barris de óleo equivalente por dia à produção líquida, levando a produção total em Margarita para mais de 25 mil barris de óleo equivalente por dia.

A fase 1 de Margarita deverá atingir a capacidade no segundo trimestre de 2012, afirmou o BG Group. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
BG GroupBolíviaExpropriação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.