coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

BG vê grandes reservas em águas rasas

EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO

, O Estadao de S.Paulo

06 de fevereiro de 2009 | 00h00

Sócia da Petrobrás em importantes blocos do pré-sal, a britânica BG acredita que poderá encontrar reservas superiores a bilhões de barris também em águas mais rasas na Bacia de Santos. Na apresentação de resultados, ontem, a companhia citou o projeto Corcovado, que fica na "franja do pré-sal" como um de seus projetos de maior potencial. O Brasil representa cerca de 30% das reservas da BG e em 2020 terá a maior contribuição para sua produção de petróleo. Para o presidente da BG, Frank Chapman, a exploração do pré-sal é viável com petróleo abaixo dos US$ 40 por barril.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.