Reprodução
Reprodução

coluna

Thiago de Aragão: investidor estrangeiro vê como irreal promessa de Guedes de 4 privatizações em 90 dias

Bic pede desculpas por propaganda sexista no Dia Nacional da Mulher na África do Sul

Publicação da fabricante de canetas dizia para as mulheres agirem como damas e pensarem como homens

Reuters

12 de agosto de 2015 | 10h11

JOHANESBURGO - A fabricante de canetas Bic pediu desculpas por uma publicação em sua página sul-africana no Facebook, no Dia Nacional da Mulher, que foi fortemente criticada por ser sexista.

A publicação da Bic destacava a imagem de uma mulher sorridente vestindo um terno acompanhada pelo texto: "Pareça uma menina, aja como uma dama, pense como um homem, trabalhe como um chefe" e incluía a hashtag #FelizDiaDaMulher. A foto foi deletada após uma onda de críticas.

A ativista feminista Caroline Criado-Perez, que participou da campanha por um rosto feminino nas cédulas britânicas, estava entre as pessoas que expressaram sua indignação no Twitter. "O que é isto?", disse. "Sério? 'pense como um homem'... *furando os olhos com uma caneta Bic*".

A Bic inicialmente defendeu sua posição dizendo que o slogan foi emprestado de um blog empresarial de mulheres, mas depois apagou a publicação e pediu desculpas.

"Estamos incrivelmente tristes por ofendermos todos - esta nunca foi nossa intenção, mas entendemos plenamente no que erramos", escreveu a Bic em sua página sul-africana no Facebook.

Esta não é a primeira vez que a Bic recebe críticas por sexismo. O lançamento de uma caneta rosa "para ela" em 2012 foi criticada por aderir a estereótipos ultrapassados.

Tudo o que sabemos sobre:
Bicmachismosexismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.