BID amplia prazo para pagamento de parte da dívida argentina

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) decidiu ampliar o prazo para o pagamento de US$ 535 milhões que a Argentina deveria fazer este mês. Em entrevista a uma rádio argentina, o presidente do Banco Central argentino, Aldo Pignanelli, disse que o BID aceitou adiar "por um par de meses" o vencimento desse montante, que faz parte da dívida do país com esse organismo multilateral de financiamento. "Há uma reestruturação de um pagamento que ficará pendente por um par de meses, até que se concretize o acordo com o Fundo Monetário", disse Pegnanelli na entrevista, transcrita no início da tarde por sites de jornais argentinos. Pignanelli, que se encontra na Suíça, onde participa da reunião anual de presidentes de bancos centrais, destacou ainda que "não é comum o BID ampliar prazos de pagamento".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.