BID libera US$ 2 milhões para projeto do Sebrae

O Fundo Multilateral de Investimentos (Fomin), do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), liberou esta semana US$ 2,075 milhões para um projeto do Sebrae que visa desenvolver distritos industriais e redes de empresas em zonas geográficas do País que promovem eficiência e competitividade na produção de bens manufaturados.Entre as regiões que serão beneficiadas com esses recursos estão Nova Friburgo (Rio), Campina Grande (Paraíba), Paragominas (Pará) e Tobias Barreto (Sergipe). Em países como a Itália, informa o BID, essas redes permitiram melhorar a produtividade de empresas e sua participação no mercado exportador.A meta do projeto do Sebrae é consolidar cadeias produtivas entre as empresas de cada um desses pólos, a difusão de informação sobre potenciais mercados, o incremento da produtividade por meio da capacitação de trabalhadores, a transferência de tecnologias, o aproveitamento de oportunidade para participar de negócios de exportação, além de possibilitar a captação de investimentos externos diretos.O Fomin, fundo autônomo administrado pelo BID, outorga doações e realiza investimentos para apoiar o desenvolvimento do setor privado na América Latina e o Caribe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.