BID pega US$ 1 bi ao BNDES para apoio a empresas brasileiras

Financiamento faz parte de linha de crédito de R$ 3 bilhões do BID para o BNDES, aprovada em 2004

ADRIANA CHIARINI, Agencia Estado

19 de outubro de 2007 | 15h14

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) vai emprestar US$ 1 bilhão ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para financiar investimentos de expansão e modernização de micro, pequenas e médias empresas brasileiras. O presidente da instituição estatal do Brasil, Luciano Coutinho, e o presidente do BID, Luis Alberto Moreno, assinaram contrato nesta sexta-feira, 19, de acordo com nota à imprensa divulgada pelo BNDES. Coutinho está em Washington e antes de embarcar, na quarta-feira, anunciou que esperava obter US$ 2 bilhões ao todo do BID, do Banco Mundial e da International Finance Corporation (IFC). O financiamento contratado é uma segunda etapa da Linha de Crédito Condicional (CCLIP) do BID, aprovada em 2004, no valor de US$ 3 bilhões, destinada ao financiamento do Programa BNDES de Crédito Multissetorial de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas. A CCLIP permite ao banco brasileiro três operações sucessivas de até US$ 1 bilhão cada uma, em um prazo total de até nove anos. A primeira foi contratada em 2005 e o BNDES informa que pretende contratar a terceira em 2008. A contrapartida local é de mesmo valor. O BNDES informa que o empréstimo pode ser desembolsado em reais e a instituição brasileira poderá optar por pagar tudo ou uma parte em reais. A operação tem garantia da União e permitirá o financiamento de médio e longo prazos a empresas brasileiras. O prazo é de 20 anos, com carência de até quatro anos. "O BNDES é o nosso maior e mais importante cliente e estamos muito entusiasmados com o trabalho que temos realizado juntos. O apoio às micro, pequenas e médias empresas é crítico para o BID", disse Moreno, segundo a nota do BNDES. Coutinho pretende destinar os recursos para as regiões mais pobres, principalmente o Nordeste, segundo a nota.

Tudo o que sabemos sobre:
BIDBNDEScrédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.