coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

BID redireciona verba para a Argentina

O presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Enrique Iglesias, e o ministro da Economia da Argentina, Jorge Remes Lenicov, firmaram neste domingo um compromisso de estudar o redirecionamento de recursos do BID para a área social. O dinheiro refere-se a projetos já aprovados pelo banco para a Argentina, que iriam para outras áreas como infra-estrutura.Com o redirecionamento, os recursos apoiarão o Plano de Emergência Social lançado pelo governo argentino, cujo objetivo é garantir investimentos para atender às camadas mais necessitadas da população. "Sempre apoiamos a Argentina e continuaremos a apoiá-la, particularmente em situações de crise como a presente", disse o presidente do BID.Ele reafirmou a intenção de procurar novas formas de ajudar a Argentina a sair da crise. O BID pretende priorizar o atendimento a cinco áreas: ajuda a grupos de risco, educação, medicamentos, melhoramento de bairros e criação de um sistema de acompanhamento e avaliação de programas sociais. O BID já financiou ou financia 242 projetos na Argentina, no valor total de US$ 20,2 bilhões.Leia o especial

Agencia Estado,

10 de março de 2002 | 18h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.