BID vai financiar expansão da Açominas

A siderúrgica Açominas, do Grupo Gerdau, terá um financiamento de US$ 200 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para seu projeto de expansão. Os recursos serão utilizados na instalação de equipamento de lingotamento contínuo de placas da empresa. No total, esse projeto terá custo de US$ 370 milhões. O financiamento do BID virá em duas etapas. A primeira, de US$ 50 milhões, com vencimento em nove anos. A segunda parcela, de US$ 150 milhões, terá vencimento em sete anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.