BID vai investir em estudo para ampliar Porto de Santos

Depois de três meses de negociações, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) acertou o investimento de US$ 1 milhão em um estudo para elaborar um plano de desenvolvimento e expansão para o Porto de Santos. Em contrapartida, o governo federal vai investir US$ 300 mil. A assinatura do convênio entre o banco, a Secretaria Especial de Portos (SEP) e a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) aconteceu hoje em Santos e, segundo o ministro da SEP, Pedro Brito, a expansão do cais santista será o "maior investimento da América Latina em termos portuários para os próximos 10 anos".Brito explica que o estudo vai examinar todas as potencialidades de expansão e identificar o caminho para que ele dobre sua capacidade rapidamente. "Nós vamos fechar esse ano com a movimentação de 80 milhões de toneladas e podemos rapidamente passar para 130 milhões. É esse o nosso objetivo e esse plano vai nos dar essa direção".O ministro afirma que o prazo para que o porto dobre sua capacidade depende do comportamento do comércio exterior brasileiro. "O que nós queremos é garantir que, do ponto de vista portuário, o País estará preparado para esse crescimento".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.