coluna

Carolina Bartunek: ESG, o que eu tenho a ver com isso?

Bird concede US$ 500 mi para Paquistão estabilizar economia

País elaborou plano de prioridades para recuperação financeira e necessita de US$ 10 bilhões em 3 anos

Efe,

27 de março de 2009 | 06h17

O Banco Mundial (Bird) aprovou a concessão de um crédito de US$ 500 milhões, livres de juros, para o programa de estabilidade, crescimento econômico e redução da pobreza do governo do Paquistão, informou nesta sexta-feira, 27, o organismo.

 

Em comunicado, o Bird diz que o país sofreu no ano passado impactos "internos e externos severos" que estão afetando negativamente sua economia.

 

"O governo do Paquistão deu grandes passos políticos para estabilizar a economia", ressaltou, porém, o diretor do Bird, para o Paquistão, Yusupha Crookes.

 

O Paquistão elaborou um programa de prioridades orientado à recuperação econômica do país - que aborda questões de desenvolvimento, segurança e financiamento - para o qual necessita de US$ 10 bilhões durante os próximos três anos.

 

Em 17 de abril, acontecerá uma conferência internacional de doadores em Tóquio para fixar a quantia da ajuda que o país precisa para superar as dificuldades econômicas.

Tudo o que sabemos sobre:
economiaPaquistãoBIrd

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.