bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Bird deve aprovar US$ 1,1 bi em empréstimos ao Brasil

O diretor do Banco Mundial no Brasil (Bird), Vinod Thomas, anunciou nesta quarta-feira que a instituição deverá aprovar amanhã, em Washington, quatro empréstimos para o Brasil, no valor total de US$ 1,1 bilhão. As áreas contempladas serão o setor financeiro, para o programa de reestruturação dos bancos federais, o setor de energia, que passa por um processo de revitalização, o Fundo Escola (terceira etapa) e o meio ambiente.O gesto do Bird, segundo Thomas, sinaliza o apoio da instituição para as reformas e o programa macroeconômico do Brasil. "Temos uma avaliação muito positiva no médio prazo. Estamos olhando com lentes de dois a três anos", afirmou o diretor do Bird, depois de participar de audiência com o ministro da Fazenda, Pedro Malan. Na opinião do diretor do Bird é natural haver flutuações no mercado em períodos eleitorais como no Brasil. Ele ressaltou que os fundamentos da economia brasileira são sólidos e tem apresentado progressos nas áreas fiscal, cambial e de investimentos.Para Thomas, as eleições fortalecem a democracia brasileira e que seria pior se elas não existissem. Ele avalia que, em princípio, a vitória de qualquer candidato não deve alterar o rumo da economia. "Não vi em nenhuma pesquisa o povo dizer que quer estabilidade ou a taxa de câmbio fixa de volta. Também não vi nenhum candidato falando isso. Mas temos sempre um debate sobre qual a melhor política", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.